O que é preciso ter para criar um site em 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on reddit
Share on telegram
Share on whatsapp

Conteúdo grátis, leia e compartilhe

criacao-de-web-site

O que é preciso ter para criar um site em 2022

Índice

Nesse artigo você vai encontrar tudo que você precisa ter para criar um site para sua empresa, projeto ou escola.

No Brasil e no mundo as pessoas dizem: “Sua empresa só existe se ela estiver na internet”. Vamos entender agora um pouco mais sobre quais as principais vantagens de ter o seu negócio divulgado na internet.

Empresa de criação de sites @connectwm_brasil

A melhor definição de web site que encontramos.

Site é uma coleção de páginas da web organizadas, com design de interface, programação que os navegadores conseguem interpretar e localizadas em um servidor publicado na Internet (A rede mundial dos computadores). Pense em um site como uma casa onde você reúne seus móveis (as informações dele) em cômodos (as páginas dele).

Um website pode ser de muitos tipos e assuntos, que disponibilizam as informações em forma de conteúdo de texto, imagens, gif ou vídeos.

Tipos de sites mais conhecidos em 2022.

E detalhando um pouco mais, vamos conhecer alguns tipos de website:

  • Blog: você pode criar um blog sobre o assunto que quiser. Blog de viagens, blog de receitas, blog de games ou blog pessoal, não há limites para sua criatividade.
  • Sites: sites são primordiais para a presença online de qualquer empresa e projetos. Sites institucionais, afiliados, pessoais com formato de portfólio, quebre todas as barreiras geográficas criando seu website.
  • Loja virtual: venda produtos físicos, digitais e serviços 24 horas por dia. Também conhecidos como e-commerce.

Primeira coisa que é necessário para criar um site.

1 – Escolha um domínio.

Esta escolha deve ser feita entrando no link http://registro.br e testando lá as possibilidades – e não apenas verificando diretamente no Google, Yahoo ou Bing.

Explicamos isso pois você pode procurar um domínio (ou site) nos buscadores e não encontrar. Mas isso não garante que o domínio ainda esteja disponível para a compra. Ele pode estar aguardando um processo de liberação, não estar publicado pois a empresa não finalizou o site, ou ainda não ter sido devidamente indexado nas ferramentas de busca.

2 – Contrate uma empresa de hospedagem com suporte 24horas.

Hospedagem de sites ou alojamento de sites é um serviço que possibilita a pessoas ou empresas com sistemas online a guardar páginas, arquivos, informações, imagens, vídeo, ou qualquer conteúdo acessível por Web.

Qualquer pessoa pode comprar um domínio, basta ter um CNPJ ou CPF. Todavia, para realizar o registro é preciso ter um DNS – fornecido por empresas de hospedagem.

De preferência escolha uma Hospedagem do tipo VPS. (VPS é a sigla de Virtual Private Server, ou servidor virtual privado. São servidores virtualizados em máquinas físicas e que apresentam performance superior à oferecida pelos serviços tradicionais de hospedagem. Eles entregam um bom desempenho a um preço mais acessível que o dos servidores dedicados.)

3 – Crie o design da interface do projeto com a estrutura para o seu site.

interface de um site é o conjunto de elementos que permitem ao usuário realizar ações nesse site que está visitando. Por isso, ela engloba elementos de identificação, navegação, ação e conteúdo.

É de extrema importância planejar o design da interface do seu site para todos os tipos de dispositivos (Computadores, Laptops, Notebook, Celulares, Tablets, Smart tv e Smart Watch).

Faça um protótipo para o seu site. Pense no que você quer que apareça na Home, quais serão os links principais, os sublinks e como eles podem ser interligados.

Pense sempre no tipo de visitante que irá acessar.

4 – Contrate uma empresa profissional para desenvolver o layout e programação do seu site.

Um site feito por profissionais irá ajudar seu projeto a transmitir credibilidade, confiança e atribuir mais valor agregado a seus produtos e serviços.

A programação é um dos aspectos mais importantes do processo. Um site bem programado e preparado para aparecer nos buscadores (Google, Yahoo, Bing) tende a ser muito melhor sucedido na internet. O problema é que, diferentemente do aspecto visual, caso você não entenda nada de programação, você precisa confiar em quem está desenvolvendo o seu site. Por isso, contrate um bom profissional.

5 – Desenvolva conteúdos de qualidade.

O motivo principal pela qual um visitante entra em um site é o conteúdo. A razão pela qual esta pessoa permanece no seu site também é o conteúdo. Por isso, crie conteúdos de qualidade, originais, relevantes, e sem erros gramaticais. Procure fornecer informações que os seus clientes estejam buscando, de uma forma simplificada, que qualquer pessoa possa entender.

Não copie e cole de outros sites. Não compre de sites que vendem textos prontos para preencher o seu. Os buscadores tendem a ignorar conteúdos que existam em massa na internet.

6 – Faça testes de usabilidade em todos os navegadores.

Um navegador (também conhecido como web browser ou simplesmente browser) é um programa que habilita seus usuários a interagirem com documentos HTML hospedados em um servidor Web.

Faça muitos testes. Veja como o seu site é visualizado no Internet Explorer, Firefox, Chrome, Safari, Opera e até mesmo em celulares. Realize os ajustes necessários caso o seu site não abra perfeitamente em todos eles.

7 – Publique o site.

Depois de tudo revisado e pronto. Publique seu site na Internet. Ajuste a configuração das páginas para que elas tenham mais visibilidade na internet. Uma ajuda de um profissional de SEO neste caso é fundamental.

Contrate um profissional para fazer os procedimentos de segurança contra ataques DDOS e outros tipos de invação.

Coloque o certificado SSL.

8 – Fala um planejamento de manutenção do web site.

manutenção de sites, blogs e plataformas digitais prevê ajustes e otimizações de conteúdo, layout, navegação, software e vários outros fatores relevantes. Entre suas diversas vantagens, esse trabalho garante a segurança, a continuidade e o crescimento da estratégia de conteúdo adotada pela empresa.

Um site sem manutenção periódica, perde colocação nos buscadores. Assim, desenvolva um planejamento e priorize as manutenções periódicas. Crie, no mínimo, um conteúdo novo por mês. 

9 – Acompanhe as visitas do web site através do Google Analytics

Google Analytics é um serviço gratuito e é oferecido pela Google no qual, ao ativar-se o serviço por intermédio de uma conta do Google, e ao cadastrar-se um site recebe-se um código para ser inserido na página cadastrada e, a cada exibição, estatísticas de visitação são enviadas ao sistema e apresentadas ao dono do site.

O Analytics é capaz de identificar além da tradicional taxa de exibição e hit de uma página, localização geográfica do visitante, forma com a qual chegou na página (através de links de outros sites, buscador, AdSense ou diretamente pelo endereço), sistema operacionalnavegador, navegador e sistema operacional combinados e suas versões, resolução de telaJava, reprodutor de flash instalado, entre outros, em períodos diáriossemanaismensais e anuais.

Se você não acompanhar os acessos do seu site, não terá como saber se ele está sendo eficiente – ou não. Assim, instale ferramentas de análise como o Google Analytics e o Webmaster Tools. Faça uma análise criteriosa mensalmente.

10 – Faça anúncios para atrair tráfego para seu site.

O tráfego pago é a estratégia de investir em anúncios publicitários na internet através de plataformas para atrair visitantes até um site, loja ou landing page.
O tráfego pago pode ser cobrado do anunciante por clique (CPC) ou impressões, por exemplo.

Se você faz Google Ads, é fundamental que conheça as melhores estratégias para reduzir o CTR dos seus anúncios, ou acabará perdendo dinheiro na captação de leads. Para descobrir como gerar leads de forma mais eficiente para o seu negócio, fale com nossos especialistas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on reddit

FAÇA UM ORÇAMENTO?

Posts relacionados

×